César Cielo explica que não criticou Manaus ao questionar necessidade de piscina olímpica no Amazonas

O atleta foi bastante criticado nas redes sociais pela declaração em entrevista e enviou carta para a Sejel explicando a polêmica.
09/01/2018 15h13 - Atualizado em 10/01/2018 17h20
Foto: Reprodução

Redação AM POST

O campeão olímpico, César Cielo, enviou uma carta para a Secretaria do Estado da Juventude, Esporte e Lazer, em que afirma, entre outras coisas, não ter criticado Manaus ao questionar em entrevista importância da instalação de piscina olímpica no Amazonas.

“Será que eles precisavam mesmo de um equipamento tão sofisticado? Com todo o respeito, é o mesmo que usar uma Ferrari num campeonato de rali”, disse o atleta para a revista Veja.

O ex-Secretário de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), Fabrício Lima, que foi quem fez a solicitação da piscina junto ao Ministério dos Esportes, falou sobre a importância dela para o Amazonas.

“Achei uma colocação infeliz do Cielo porque o Brasil é uma coisa só. Sabemos que o que falta para nossos atletas, muitas vezes, é oportunidade para desenvolver, e eles terão isso com a piscina que está chegando. Torço que dê tudo certo porque com a piscina a natação poderá trazer competições nacionais, internacionais, fazer intercâmbios, trazer atletas. Aliás, essa piscina não é somente para Manaus, mas para a região norte inteira”, destacou ele.

A atual secretária da Sejel, Janaína Chagas, também se manifestou sobre a declaração de Cielo e aproveitou para convidá-lo para mergulhar na piscina.

“A declaração foi totalmente infeliz. Ter a piscina dos Jogos do Rio, sofisticada e de nível internacional, na Vila Olímpica de Manaus, significa de fato o retorno da prática em alto rendimento dos esportes aquáticos no Amazonas. Essa piscina vai beneficiar mais de 1200 atletas. Nosso Estado terá uma estrutura incrível para treinar e aperfeiçoar e descobrir novos talentos. A Sejel aproveita para convidá-lo para mergulhar e nos honrar com sua presença na inauguração da piscina olímpica e do parque aquático que está sendo construído em Manaus”, disse.

Resposta de Cielo
Após o convite, Cielo enviou uma carta oficial, em que esclarece que não criticou o Estado, e também explica quais são suas reais críticas.

Não fiz nenhuma crítica à cidade de Manaus, ao Estado do Amazonas e muito menos aos atletas e pessoas que vivem no norte do nosso país. Acredito em respeito e acredito que todos nós brasileiros somos merecedores das estruturas olímpicas, pois elas foram pagas com os nossos impostos, que pagamos com tanto esforço. Critiquei a forma de como o governo cuidou e cuida do legado olímpico”, afirmou ele.

Além disso, o atleta também, aceitou o convite da Sejel de vir a Manaus novamente: “Será um prazer poder participar da inauguração da piscina olímpica e do parque olímpico!”.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso