Deputado José Ricardo diz que condenação de Lula é perseguição para impedir que ele seja eleito

O parlamentar disse que ‘ não acredita que haja imparcialidade neste processo’.
25/01/2018 11h14 - Atualizado em 26/01/2018 17h19
Foto: Reprodução

Os desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) concordaram, por unanimidade, em rejeitar preliminares apresentadas pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de outros réus no julgamento do recurso a que respondem pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do apartamento tríplex do Guarujá, no litoral de São Paulo.

O deputado estadual José Ricardo (PT), que esteve presente na manifestação ocorrida na manhã de ontem (24) em frente à sede da Justiça Federal, no bairro Aleixo, na Centro-Sul, afirmou que há uma perseguição contra o ex-presidente.

“Há toda uma prioridade para julgar Lula. Pararam tudo para ver o do Lula. Ninguém mais acredita que há imparcialidade neste processo. Não é combate à corrupção, já que praticamente todos os delatores da Lava-Jato estão soltos. É uma perseguição para impedir que o governo seja eleito novamente”, afirmou.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso