Dossiê sobre Braga guardado por Edilene Oliveira pode desencadear novo desdobramento da Operação Maus Caminhos

Os documentos estariam sendo analisados pela Polícia Federal (PF). Edilene foi secretária particular de Braga por 10 anos.
30/01/2018 17h35 - Atualizado em 6/02/2018 15h16
Foto: Reprodução

A ex-primeira-dama do Amazonas, Edilene Oliveira, que está em prisão preventiva desde o último dia 4, teria montado um dossiê contra o senador Eduardo Braga (PMDB) durante a década em que ficou como sua secretária particular. Os documentos estariam sendo analisados pela Polícia Federal (PF).

A informação que circula nos bastidores da política é que o conteúdo do tal dossiê pode desencadear em novo desdobramento da Operação Maus Caminhos, que investiga o desvio de mais de R$ 100 milhões de contratos da Secretaria de Estado da Saúde (Susam) com o Instituto Novos Caminhos, dirigido pelo médico Mouhamad Moustafa.

O dossiê foi descoberto pela Polícia Federal, quando agentes federais cumpriram uma ordem judicial de busca e apreensão na residência de Melo e Edilene, no final de 2017.

A mulher do ex-governador José Melo (Pros), sempre teve papel fundamental nas campanhas eleitorais do senador, ao lado da ex-secretária de Assistência Social, Regina Fernandes.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso