Secretário municipal de Saúde diz que Manaus não corre riscos de passar por surto de febre amarela

Informação foi repassada pela Prefeitura de Manaus. Dos 4 casos suspeitos notificados em 2017, 3 foram descartados e 1 ainda é investigado.
17/01/2018 15h54 - Atualizado em 18/01/2018 16h55
Foto: Divulgação

Manaus não corre riscos de passar por surto de febre amarela como o que vem acontecendo em São Paulo e como ocorreu no ano passado em Minas Gerais. A afirmação é do secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi. Segundo ele, não há necessidade de corrida aos postos de saúde para receber a vacina.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), há 11 anos a capital amazonense não registra casos de febre amarela. Em 2017 foram 4 casos notificados em Manaus, dos quais 3 foram descartados, restando 1 ainda em investigação. No ano anterior, 2016, foram 3 casos notificados, sendo todos descartados.

A garantia de não haver o surto, segundo a secretaria, está no trabalho de prevenção feito nas 185 salas de vacinação das Unidades Básicas de Saúde (UBS) localizadas em todas as zonas da cidade. Segundo a Semsa, todo mês são recebidos de 30 mil a 40 mil doses de vacina e só em 2017 foram aplicadas 151.220 delas em Manaus.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso