‘Não sou uma presa da Lava Jato, mas gostaria muito de um habeas corpus’ pede detenta a Gilmar

Rosa Maria da Conceição foi condenada por tráfico de drogas
26/02/2018 14h52 - Atualizado em 27/02/2018 17h04
Foto: reprodução

Uma presa tem enviado diversas cartas pedindo um habeas corpus para o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes. A informação foi publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Rosa Maria da Conceição foi condenada por tráfico de drogas e não tem recursos para pagar um advogado. “Não sou uma presa importante da Lava Jato, mas gostaria muito que o senhor me concedesse um HC”, escreveu ela. O ministro foi responsável pela soltura de diversos alvos da operação.

Rosa disse ainda que assiste a “todas as entrevistas” de Gilmar e o considera um homem “muito justo”. “Sei o que sou uma presa sem nenhuma importância, mas peço ao senhor uma oportunidade de sair e cuidar dos meus filhos”, diz ela na carta.

Apesar do desejo que seu pedido de liberdade chegue as mãos do ministro, os pedidos ficaram sob relatoria da presidente do STF, Cármen Lúcia, que negou seguimento aos recursos e ordenou que a Defensoria Pública auxilie a mulher em sua defesa.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso