Sindicato dos Jornalistas emite nota de repúdio após Amazonino humilhar repórter em coletiva

Segundo a nota não responder à pergunta é uma prerrogativa de cada cidadão, entretanto, esta opção não está facultada a um representante eleito pelo povo.
10/02/2018 16h37 - Atualizado em 12/02/2018 16h57
Foto: Reprodução

Redação AM POST

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas(SJP/AM), emitiu nota de repúdio ao fato do governador do Amazonas, Amazonino Mendes, ter se descalibrado e e desrespeitado a jornalista e repórter da Rede Amazônica, Larissa Santiago, no exercício de seu trabalho durante entrevista coletiva.

Conforme registro público feito pela imprensa local, em momento algum a repórter usou de tom agressivo ou ofensivo para com a autoridade pública em questão e, no entanto, foi ridicularizada pelo governador, por meio da desqualificação de seu trabalho.

Segundo a nota não responder à pergunta é uma prerrogativa de cada cidadão, entretanto, esta opção não está facultada a um representante eleito pelo povo.

“Nesse sentido, a entidade SOLIDARIZA-SE com a jornalista Larissa Santiago contra a postura do governador Amazonino Mendes, colocando-se à disposição para encaminhamento das medidas judiciais que se fizerem necessárias”, concluiu.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

booked.net

Economia

Contato Termos de uso