Câmera usada em reunião fica ligada e executivo é flagrado fazendo sexo com funcionária

Dois empregados da companhia elétrica estatal foram presos sob acusação de vazar o vídeo da relação sexual.
17/03/2018 14h16 - Atualizado em 19/03/2018 14h26
Foto: Reprodução

Um executivo que havia participado, pouco tempo antes, de uma reunião transmitida em vídeo para cinco cidades na China acabou se esquecendo de desligar a câmera após a conferência e, inadvertidamente, passou a fazer sexo com uma funcionária sobre a mesa da sua sala. Resultado: toda a ação foi registrada.

O executivo da China Southern Power Grid, de Guangzhou, capital da província de Guangdong,acabou virando celebridade nas redes sociais chinesas. Pouco depois, os censores entraram em ação e apagaram as imagens.

Dois empregados da companhia elétrica estatal foram presos sob acusação de vazar o vídeo da relação sexual. Eles serão indiciados por difamação e por espalhar “falsos rumores”, contou a imprensa local. O executivo envolvido não teve o nome revelado. A mulher que aparece nas imagens seria uma jovem funcionária subordinada ao executivo.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso