Marcelo Crivella é vaiado em evento organizado por ele

Em seu discurso, Crivella também declarou que “só Deus sabe” como ele foi criticado por tirar dinheiro das escolas de samba do Rio este ano.
21/03/2018 13h27 - Atualizado em 21/03/2018 13h28
Foto: Reprodução

O prefeito Marcelo Crivella foi recebido, nesta quarta-feira, com vaias pelos desempregados que enfrentam uma longa fila em Bangu, na Zona Oeste do Rio, por conta do 1º Feirão do Emprego promovido pela Prefeitura do Rio. O evento, que acontece no Bangu Atlético Clube, na Avenida Cônego de Vasconcelos 549, está distribuindo três mil senhas aos interessados em disputar mais de mil oportunidades de emprego.

O prefeito chegou ao local pouco depois das 9h. Sob vaias, ele subiu ao palco para agradecer a participação das 20 empresas que montaram estandes no evento.

Em seu discurso, Crivella também declarou que “só Deus sabe” como ele foi criticado por tirar dinheiro das escolas de samba do Rio este ano.

Só Deus sabe como fui vaiado por trazer dinheiro para a Saúde e para a Educação, dinheiro que antes era gasto somente no carnaval. Eu peço a compreensão de vocês. Vai ser um dia de muito trabalho. Vocês vão entregar currículos. Peço a vocês paciência, que não desistam nunca.

Para o próximo feirão do emprego, o prefeito prometeu distribuir pão com manteiga e café com leite para aqueles que passam a noite na fila em busca de uma oportunidade de trabalho.

Contem conosco. Nós estamos do lado de vocês. O tempo da roubalheira já passou — disse.

A promessa, no entanto, não foi suficiente para melhorar a imagem do prefeito, que deixou o local minutos depois ainda sob vaias.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso