Mulher grávida leva chutes em assalto, perde bebê e demora para ser atendida na Maternidade Ana Braga

Segundo familiares da mulher, outras duas mulheres estão internadas na Maternidade também com bebês mortos em seu interior.
17/03/2018 13h44 - Atualizado em 19/03/2018 15h45
Foto: Reprodução

A gestante de oito meses, Alcicleide Oliveira de Araújo, 28, foi agredida por assaltantes por volta do meio-dia da última quinta-feira (15), na rua Padre Marcelino Champagnat, Zumbi dos Palmares, Zona Leste. Os assaltantes deram dois chutes na barriga da grávida e causaram aborto imediato.

O bebê, morto, seguiu na barriga da mulher até a transferência para a Maternidade Ana Braga. Ela deu entrada às 13h e nada havia sido feito até o a tarde desta sexta-feira.

Segundo familiares de Alcicleide, outras duas mulheres estão internadas na Maternidade Ana Braga também com bebês mortos em seu interior e, segundo eles, “sem qualquer solução por parte da instituição hospitalar”.

A direção da maternidade informou que seguiu o protocolo padrão para este tipo de atendimento, por meio do qual a expulsão do feto é estimulada nas primeiras 24 horas, sob medicação de 6/6h, a fim de evitar a cesariana, uma vez que a paciente é diabética. A paciente ainda está na sala de parto.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso