Policiais militares redefinem paralisação após decepção com Amazonino

Para os PMs, o governador quis apenas ganhar tempo com a reunião do último dia 8.
12/03/2018 14h13 - Atualizado em 13/03/2018 15h19
Foto: Reprodução

Redação AM POST

Policiais militares convocaram uma reunião, na tarde desta segunda-feira (12), para redefinir data da paralisação que estava marcada para esta terça-feira (13). A categoria se reuniu com o governador do Estado, Amazonino Mendes, último dia 8, e ouviu promessas de que teriam injustiças corrigidas mas não passou disso.

Para os PMs, o governador quis apenas ganhar tempo com a reunião. “O governo não resolveu nada”, disse o presidente da Associação dos Praças do Estado do Amazonas (Apeam), Gerson Feitosa.

Nota conjunta da Associação de Cabos e Soldados e Apeam, foi divulgada em que afirma que a luta da categoria é pela defesa da lei de reestruturação da carreira de policial militar, a lei 4.044 de 2014.

O texto denuncia as condições precárias em que trabalham os PMs e os bombeiros, “com viaturas em péssimas condições de uso, pouco combustível, munição e coletes vencidos”.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso