Políticos do AM gastaram mais de meio milhão com verba indenizatória em 2017

Alguns deputados federais e senadores do Estado chegaram a extrapolar o valor de R$500 mil no gasto com o benefício; veja quem são na matéria.
14/03/2018 16h07 - Atualizado em 14/03/2018 17h25
Foto: Reprodução

redação AM POST

Utilizar a verba indenizatória que é o ressarcimento de despesas relacionadas ao exercício de um mandato com consciência é essencial para quem deseja passar uma imagem positiva aos eleitores. Alguns deputados e senadores do Amazonas chegaram a extrapolar o valor de R$500 mil no gasto com o benefício.

De acordo com o portal da transparência da câmara o deputado federal, Silas Câmara (PRB), foi o que mais usou o benefício no exercício de seu mandato em 2017 totalizando o valor de R$530.307,32. Seguido de Silas está Átila Lins com R$517.318,52 e Alfredo Nascimento (PR) com gastos equivalentes a R$499.897,18.

A verba indenizatória nada mais é do que o ressarcimento de despesas relacionadas ao exercício de um mandato. Liberada mediante requerimento e comprovação de gastos, a verba destina-se aos parlamentares que tiveram custos ligados ao cargo.

Funciona da seguinte forma: o político precisa viajar para uma reunião com integrantes do seu partido. As despesas que ele tiver durante a jornada (passagens, alimentação, hospedagem, telefonia, combustíveis etc.) serão ressarcidas pelo legislativo.

Entre os senadores destaca-se Eduardo Braga (MDB) com R$491.145,83; Omar Aziz (PSD) com R$480.859,80 e Vanessa Grazziotin (PCdoB) R$456.710,96.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso