Professores protestam em Manaus e buscam posicionamento do Governo do Estado

Os professores buscam um posicionamento do Governo do Estado sobre reajuste salarial, plano de saúde e vale alimentação.
15/03/2018 14h18 - Atualizado em 16/03/2018 14h22
Foto: Reprodução

Professores da rede estadual de ensino paralisaram atividades e fizeram manifestações em diversos pontos de Manaus na manhã desta quinta-feira (15) pedindo reajuste salarial, plano de saúde e vale alimentação.

Ontem (14), os professores da rede estadual fizeram uma assembleia para decidir sobre a greve geral da categoria tanto na capital quanto no interior do Estado. Até o momento, a situação é de “indicativo de greve”, com manifestações pontuais. Os professores buscam um posicionamento do Governo do Estado sobre reajuste salarial, plano de saúde e vale alimentação.

Na av. Codajás, no Petrópolis, professores do Colégio Militar da Polícia Militar interditaram a via. No Centro, professores do Instituto de Educação do Amazonas (IEA) percorreram ruas como Ramos Ferreira, Getúlio Vargar e Eduardo Ribeiro. Na av. Constantino Nery, houve protestos de professores das escolas estaduais Sólon de Lucena, Vicente Telles e Castelo Branco. Na av. Max Teixeira, Cidade Nova, houve manifestação de professores da Escola Julio Cesar Passos, e na av. Brasil, Compensa, da Escola Estadual Áurea Braga.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso