Além de Melo e Edilene, TRF1 decide liberar ex-secretário da Sefaz Afonso Lobo

A informação foi confirmada pelo advogado do ex-secretário, Renato Toron, e pela assessoria de comunicação do Tribunal Federal.
24/04/2018 17h24 - Atualizado em 25/04/2018 15h05
Foto: Alberto César Araújo/Aleam

Redação AM POST

Após conceder habeas corpus parcial ao ex-governador do Amazonas, José Melo, e sua mulher, a ex-primeira-dama Edilene Oliveira a 3ª Turma Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) concedeu ao ex-secretário de Estado de Fazenda (Sefaz) Afonso Lobo habeas corpus para que ele fique em casa nas mesmas condições do político.

A informação foi confirmada pelo advogado do ex-secretário, Renato Toron, e pela assessoria de comunicação do Tribunal Federal.

A 3ª turma considerou que as acusações contra Lobo são em menor quantidade do que as que pesam sob o casal e determinou que a fiança do ex-secretário seja de 100 salários mínimos (equivalente a R$ 95.400), metade do que foi estipulado para Melo.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso