Desdobramento da Operação Lava-Jato chega em Eduardo Braga

A Operação Tira-teima investiga pagamentos indevidos de empresários a políticos. Não há ordem para prisões.
10/04/2018 15h29 - Atualizado em 11/04/2018 16h21
Foto: Reprodução

Redação AM POST

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta terça-feira (10) a Operação Tira-teima, desdobramento da Lava Jato, que investiga pagamentos de vantagens indevidas por um grupo empresarial a políticos entre o nomes citados está o do senador Eduardo Braga (MDB).

A operação é um desdobramento da delação do ex-diretor de Relações Institucionais do Grupo Hypermarcas Nelson Mello, que afirmou à Procuradoria da República que pagou R$ 30 milhões a lobistas que teriam repassado o valor senadores do MDB como Eduardo Braga (AM), Romero Jucá (RR) e Renan Calheiros (AL).

De acordo com a PF, cerca de 40 policiais federais cumprem oito mandados de busca e apreensão autorizados pelo ministro Edson Fachin, relator dos processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal.

Os mandados foram cumpridos em São Paulo, Goiânia e Fortaleza. Não houve ordem de prisão. Até o meio-dia desta terça, a PF não havia informado quem são os alvos da operação e detalhes sobre o esquema de pagamento de propinas investigado.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso