Governador Amazonino é denunciado por propaganda antecipada; MPF analisa o caso

Assessores usam serviços públicos e ações do governo para promover a numeração e o nome de Amazonino.
23/04/2018 15h03 - Atualizado em 24/04/2018 15h22

Foto: Divulgação


O governador Amazonino Mendes (PDT), pré-candidato à reeleição, foi denunciado ao Ministério Público Federal (MPF) por utilizar o número 12 nas redes sociais por perfis que querem promover o número de campanha. Os assessores usam serviços públicos e ações do governo para promover a numeração e o nome de Amazonino nas redes sociais, no período pré-eleitoral.

As propagandas no Facebook, por exemplo, são seguidas da hashtag #TodosPeloAmazonas – mesmo nome do perfil oficial de Amazonino Mendes na rede social – e constam o endereço da rede social Ama12Amazonas, além de trazer o número de telefone com a terminação “1212”.

A propaganda mais recente, desta terça-feira, 10, é uma nota sobre o abono concedido aos secretários de Estado. A postagem foi feita após muitas críticas ao governador, que elevou a remuneração dos secretários de R$ 13,5 mil para R$ 27,5 mil. O post teve, até às 14h desta quarta-feira, 11, mais de 50 compartilhamentos.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso