Impeachment de Amazonino começa a tramitar na ALE-AM e líder do governo diz que é ‘tentativa de golpe’

David Almeida como presidente da casa tinha o poder de barrar a proposta mas optou dar prosseguimento ao processo.
19/04/2018 16h59 - Atualizado em 20/04/2018 17h31

Redação AM POST

Um pedido de impeachment do governador tampão do Estado, Amazonino Mendes (PDT), foi apresentada à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) pelo deputado Sabá Reis (PR), secretário-geral do Poder, ontem (18) e começou a tramitar nesta quinta-feira (19). O pedido apresentado à presidência da ALE-AM foi encaminhado pelo presidente do poder legislativo, David Almeida (PSB), à procuradoria da casa.

Almeida como presidente da casa tinha o poder de barrar a proposta sem iniciar o trâmite ou de acatá-la para que cumpra os requisitos legais de análise de aceitação do pedido ou não e ele optou dar prosseguimento ao processo.

Quando o pedido voltar da procuradoria da ALE-AM, mais uma vez estará nas mãos de David dar seguimento ou não ao trâmite de análise do pedido de impeachment contra o pedetista.

Justificativa do impeachment
Em seu discurso, Sabá explicou que o reajuste salarial de mais de 100% dado aos secretários estaduais, e a tentativa de fazer uma reforma no Estado por meio de Decreto, burla a Lei e tenta excluir o Poder Legislativo de participar do processo. “Não é possível que uma pessoa que governou por quatro vezes esse Estado cometa erros infantis como esse”, observou.

Outro erro apontado pelo parlamentar são as sucessivas viagens do governador ao exterior sem a entrega de relatório à Aleam, conforme prevê a Constituição Estadual, em seu artigo 53, nos parágrafos um e dois. Segundo Sabá, o Parlamento já solicitou esclarecimentos acerca das viagens, mas o pedido ainda não foi atendido.

Golpe
Para o líder do Governo Amazonino Mendes na ALE-AM, Dermilson Chagas (PP), o pedido de impeachment é uma tentativa de golpe por parte da oposição.

“Estão criando um fato político em cima de uma prestação de contas que foi feita. O governador falou disso na mídia (viagens ao exterior)”, afirmou.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso