Deputado japonês é criticado após dizer que mulheres sem filhos são fardo para o Estado

Para o parlamentar, as mulheres recém-casadas deveriam ter ao menos três filhos.
12/05/2018 14h27 - Atualizado em 12/05/2018 14h27
Foto: reprodução

Um deputado japonês tem sido criticado após dizer que as mulheres deveriam ter vários filhos para não se tornarem um fardo para o Estado. Kanji Kato, de 72 anos, é do Partido Liberal Democrático do Japão, o mesmo do primeiro-ministro, Shinzo Abe, e fez as afirmações a um grupo de membros da legenda no início da semana. Para o parlamentar, as mulheres recém-casadas deveriam ter ao menos três filhos.

A ministra de Empoderamento das Mulheres no país, Seiko Noda, que pertence ao mesmo partido de Kanji Kato, classificou a fala do deputado como um “tremendo erro”, acrescentando que dar à luz não é como fabricar produtos:

— O número de bebês não vai aumentar com esse tipo de comentário — disse ela, referindo-se às palavras do colega.

Kanji Kato disse a colegas do partido: “Peço aos casais que parem e tenham mais de três filhos”. Ele acrescentou ainda que aconselha às mulheres jovens que se casem e tenham filhos, caso contrário vão acabar em lares de assistência social com os impostos dos filhos de outras pessoas. Após a polêmcia o deputado retirou os comentários.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso