Greve dos caminhoneiros pode forçar paralisação de ônibus em Manaus

Devido a falta de combustível para abastecer os coletivos a frota dos ônibus pode paralisar totalmente a partir de sábado (26).
24/05/2018 17h41 - Atualizado em 25/05/2018 15h46
Foto: Divulgação/ CMM

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram) divulgou nesta quinta-feira (24) que, caso a greve dos caminhoneiros continue, a frota dos ônibus poderá operar parcialmente nesta sexta (25) e paralisar totalmente a partir de sábado (26), devido à falta de combustível para abastecer os coletivos.

Devido ao ato realizado em várias capitais brasileiras, empresas do transporte coletivo de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte já estão fazendo rodízio nas linhas de ônibus para não deixar os usuários sem transporte.

Além do transporte coletivo, o desabastecimento de gasolina e diesel também pode afetar os postos da cidade, que só tem combustível suficiente para os próximos dois dias, segundo o presidente do presidente do Sindicato Estadual do Comércio Varejista de Combustíveis, Derivados de Petróleo, Álcoois, Lubrificantes, Gás Natural Veicular, Biocombustíveis e das Lojas de Conveniência do Estado do Amazonas (Sindicombustíveis-AM), Luiz Felipe Pinto.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso