Greve dos rodoviários é barrada por Justiça do Trabalho

A paralisação estava marcara para acontecer nesta quarta-feira (23).
21/05/2018 16h52 - Atualizado em 22/05/2018 16h30
Foto: reprodução

Os rodoviários de Manaus foram impedidos de deflagrem greve geral marcada pela categoria para esta quarta-feira (23), pela presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região, Eleonora de Souza Saunier, que alegou falta de ‘fundamento jurídico’ para a ocorrência da paralisação. A decisão, tomada após uma ação ingressada pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Amazonas (Sinetram).

Caso desobedeçam a decisão do TRT a categoria deverá pagar uma multa diária de R$ 50 mil. Na decisão que proibiu a greve, a magistrada afirma ainda que os rodoviários não apresentaram um “plano relativo à manutenção dos serviços para satisfazer as necessidades inadiáveis da comunidade”.

O presidente do sindicato dos Rodoviários, Josenildo Silva, afirmou que vai recorrer da decisão. A categoria demonstra insatisfação com o índice de 3,5% concedido e por isso planejou a greve.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso