Josué Neto requer construção de estrada para escoar produtos de aldeias indígenas de Nhamundá

Entre as principais reivindicações apresentadas durante a reunião está a abertura de uma estrada até a Aldeia Kassawá.
03/05/2018 14h05 - Atualizado em 4/05/2018 17h09
Foto: divulgação

O deputado estadual Josué Neto (PSD) esteve, nesta quarta-feira (2), na Aldeia indígena Riozinho, localizada no município de Nhamundá (a 375 KM da capital), para uma Assembleia com representantes do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) e tuxauas de aldeias da etnia hexkaryanas. Entre as principais reivindicações apresentadas durante a reunião está a abertura de uma estrada até a Aldeia Kassawá, que fica a cerca de 35 quilômetros de onde ocorreu o encontro.

Segundo o parlamentar, a estrada é uma necessidade da região porque vai facilitar o escoamento da castanha que é extraída pelos indígenas. “O objetivo é facilitar o escoamento dessa produção. Porque eles tem hoje uma grande produção extrativista de castanha na região, mas não tem como escoar. Já existe uma picada hoje, que é aquele caminho onde passa duas ou três pessoas, e a gente tem essa missão de trabalhar junto ao governo do Estado, governo federal e bancada federal para ajudar aos indígenas a ter essa interligação entre a Aldeia do Riozinho e a Aldeia Kassawá”, afirmou.

O deputado informou que encaminhará o assunto ao Governo do Estado e membros da Bancada de Parlamentares Federais em busca de uma solução, ainda que seja através de emenda parlamentares.

Outras reivindicações dos hexkaryanos são: fornecimento de energia elétrica para todas as aldeias da região; combustível para que as máquinas da prefeitura de Nhamundá possa trabalhar nos ramais de acesso as aldeias, barcos transporte de pacientes e alunos, e acessos de comunicação via rádio e telefonia.

Também participaram da reunião representantes das Aldeias Porteira, Matrinxã, Gavião, Torre, Bananal, Cafezal e Jutaí, além do diretor da Eletrobrás Amazonas Energia, Radyr Gomes e da vereadora de Parintins, Maria Alencar, a Nêga.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso