Ministério Público quer encontrar culpados pela fuga de presos do CDPM2

Inquérito para apurar o caso foi instaurado. Titular da Seap, Cleitman Coelho, deverá prestar depoimento.
17/05/2018 18h02 - Atualizado em 18/05/2018 15h58
Foto: Divulgação

Redação AM POST

A responsabilidade da fuga de 35 presidiários do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM2) será investigada pelo Ministério Público do Estado (MP-AM). Um inquérito para apurar o caso foi instaurado pelo promotor de justiça Antônio José Mancilha, da 57ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania.

O titular da Secretaria de Segurança Pública (Seap), Cleitman Coelho, deverá prestar depoimento na ação no dia 29 de maio para apresentação de documentos informando relatório conclusivo das investigações ou se não concluídas, no estado em que se encontram.

O promotor considerou no documento que o sistema de segurança do Amazonas é falho em vários aspectos inclusive no monitoramento das tornozeleiras eletrônicas.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso