Proteja-se contra a Gripe. Tudo o que você precisa saber para se prevenir

ESPECIAL PUBLICITÁRIO
11/05/2018 12h36 - Atualizado em 14/05/2018 19h20
ESPECIAL PUBLICITÁRIO

Por: Secretaria Municipal de Comunicação
conteúdo de responsabilidade do anunciante

A gripe é uma doença respiratória infecciosa de origem viral e pode levar a complicações graves e ao óbito, principalmente nos grupos de alto risco.

No período de 12 de maio a 8 de junho, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) disponibilizará em torno de 450 mil doses de vacina contra a Gripe, com uma grande mobilização para o Dia D da Vacinação, que acontece na abertura da campanha, em 12 de maio.

A vacina contra a gripe é trivalente, constituída por vírus inativados, fracionados e purificados, portanto, não contém vírus vivos e não causa a doença. É contraindicada para pessoas com alergia grave ao ovo de galinha e para aqueles que já apresentaram reação anafilática a doses anteriores.

Quais são os sintomas da gripe?

Em geral, os primeiros sintomas da gripe são febre, dor muscular e tosse seca. Porém, a cada ano a doença pode se apresentar de forma diversa, assim como a infecção pode afetar de forma diferente as pessoas.

Como devo tratar a doença?

Ao apresentar os sintomas, é indicado procurar uma unidade de saúde. O médico avaliará a necessidade de prescrever alguma medicação.

Como acontece a transmissão?

A transmissão do vírus Influenza, que causa a gripe, ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar, ou através das mãos ou objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz).

Quais são as formas de prevenção?

A vacinação é uma das medidas mais efetivas para a prevenção da gripe grave e suas complicações para os grupos prioritários. Atualmente, as vacinas utilizadas contêm antígenos contra três cepas de influenza: A (H1N1), A (H3N2) e B.

Quem deve se vacinar?

O público-alvo da campanha de vacinação compreende:
● Pessoas com 60 anos ou mais
● Crianças de 6 meses a menores de 5 anos
● Gestantes e puérperas até 45 dias após o parto
● Trabalhadores da saúde
● Indígenas aldeados (assistidos pela Sesai)
● Grupos com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais
● Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos cumprindo medidas socioeducativas
● População privada de liberdade
● Funcionários do sistema prisional
● Professores das escolas públicas e privadas

Onde encontrar a vacina?

O Dia D contará com 626 postos de vacinação. Além das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), policlínicas e Centros de Atenção Integral à Criança (CAICs), igrejas, supermercados, escolas, clubes de mães, entre outros pontos, estarão disponibilizando a dose. Os espaços funcionarão das 8h às 17h, distribuídos em todas as zonas da cidade, inclusive na zona rural.

Já o agendamento da vacinação do grupo prioritário impossibilitado de locomoção acontecerá pelo telefone 0800-280-8280, de 14 a 30 de maio, e o atendimento de vacinação dos acamados acontecerá de 4 a 8 de junho.

Quais são os documentos necessários para se vacinar?

Para se vacinar, é necessário apresentar o cartão de vacinação. Já aqueles que possuem doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais deverão apresentar o laudo médico, receita, carteirinha dos programas de saúde, prescrição médica ou outro documento que comprove a sua condição clínica para receber o imunobiológico, assim como os professores também deverão apresentar documentos (crachá, contracheque ou outro documento) que comprovem a profissão.

#vacinagripe

Para mais informações, acesse semsa.manaus.am.gov.br.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso