Vanessa critica tentativa do governo do Amazonas de retomar Porto de Manaus

Segundo a senadora, o porto, voltado ao transporte de passageiros, atualmente encontra-se em situação precária.
23/05/2018 15h21 - Atualizado em 24/05/2018 15h55
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Agência Senado

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) classificou como “barbaridade” a notícia de que o governo de seu estado voltará a investir recursos públicos no Porto de Manaus, porém mantendo os concessionários privados. Segundo a senadora, o porto, voltado ao transporte de passageiros, atualmente encontra-se em situação precária e sua concessão à família De Carli envolve “inúmeras irregularidades e imoralidades”.

Vanessa registrou o entendimento do Tribunal de Contas da União (TCU) segundo o qual, na concessão do porto, o patrimônio público foi dilapidado e os detentores da concessão escapam da Justiça através de recursos protelatórios. Ela informou que, diante da ilegalidade, a União retomou o porto, mas o governador Amazonino Mendes negocia para que o Ministério dos Transportes devolva a administração ao estado.

— Nós não podemos aceitar essa inversão de valores. Ou seja, quem tem que pagar ao estado por todo o prejuízo causado até agora é essa família De Carli, que além de não ter investido um centavo no Porto de Manaus, dilapidou um patrimônio público federal.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso