Corretor que matou a mulher após ouvir ter ‘pênis pequeno’ é condenado

Em tribunal, ele alegou ter “perdido o controle” após sofrer uma “humilhação sexual”.
14/07/2018 16h33 - Atualizado em 14/07/2018 16h33
Foto: reprodução

O corretor de imóveis que matou a mulher após ouvir que tinha “pênis pequeno” foi condenado, nesta semana, à prisão perpétua em Worcestershire (Inglaterra).

David Clark, de 49 anos, terá que passar pelo menos 15 anos na cadeia até estar apto a pedir a progressão para o regime condicional.

No último dia do ano, David esfaqueou à morte a mulher, Melanie, de 44 anos, com quem estava casado havia 10 anos.

Em tribunal, ele alegou ter “perdido o controle” após sofrer uma “humilhação sexual”.

Na discusão, Melanie teria confessado ter feito sexo com a filha do melhor amigo do marido, dois dias antes do assassinato, após uma noite em que os quatros saíram juntos para jantar.

“Melanie era uma mulher saudável no melhor da vida. Ela foi submetida a um ataque brutal sem qualquer chance de defesa. Ela deixa quatro filhos. Todos sofrerão a perda da mãe”, disse, segundo o “Mirror”, o juiz Stephen Morris ao proferir a sentença.

Durante o processo, David foi descrito por testemunhas como controlador e abusivo.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso