Governador Amazonino anuncia que vai cometer crime eleitoral e é advertido pelo MPE

Ação do governo lançada às vésperas da campanha eleitoral pode ser classificada como “compra de voto”. MPE instaurou procedimento de apuração para acompanhar o caso.
03/07/2018 15h21 - Atualizado em 4/07/2018 17h12
Foto: Reprodução

Redação AM POST

O governador do Amazonas e pré-candidato ao governo nas eleições deste ano, (PDT), foi advertido nesta terça-feira (3) pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) por anunciar distribuição de mais de 70 mil itens agrícolas durante o lançamento do Programa Terra Produtiva, no Centro de Convenções Vasco Vasques, na Avenida Constantino Nery, na zona Centro-Sul de Manaus. A ação lançada às vésperas da campanha eleitoral pode ser classificada como “compra de voto” e fere a lei Eleitoral – 9504/97.

O Governo do Estado divulgou no Facebook, através da página de Amazonino, um vídeo sobre a distribuição de mais de 70 mil ítens para trabalhadores rurais no interior, que está prevista para ocorrer na quarta-feira (4).

Veja vídeo:

Amanhã o novo Governo do Amazonas começa a entregar mais de 70 mil itens, que serão distribuídos para interior, aos nossos trabalhadores rurais, na maior edição do programa Terra Produtiva. É uma demonstração do respeito, carinho e estímulo aqueles que trabalham no campo.Confira como estão os preparativos neste vídeo que fiz agora.Daqui a pouco também estarei participando da solenidade de um outro importante programa, o Renda Certa, que vai beneficiar 2.400 novos empreendedores que se prepararam para enfrentar a crise abrindo seu próprio negócio com apoio do Governo do Estado e do SEBRAE.

Posted by Amazonino Mendes on Tuesday, July 3, 2018

Segundo o MPE foram notificados tanto o governador como o secretário de Estado de Produção Rural, , a se manifestarem no prazo de 10 dias sobre a distribuição do material e lembrando ambos da Lei, que só permite a propaganda eleitoral a partir do dia 15 de agosto.

Ainda de acordo com o MPE será feita a instauração de procedimento de apuração para acompanhar o caso.

Em um vídeo postado pelo próprio Amazonino, ele diz que o programa é uma reedição do ‘Terceiro Ciclo, mas refere-se à continuidade do Programa ‘Renda Certa’, lançado pelo governo em maio deste ano, que vai financiar até R$ 500 mil para empreendedores do Estado, e que está no alvo da Justiça Eleitoral por suspeitas de comprar votos.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso