Industriários recebem vacinação contra sarampo

Cerca de 900 colaboradores de uma indústria do polo receberam a aplicação de doses da vacina tríplice viral.
19/07/2018 18h07 - Atualizado em 19/07/2018 18h07
Foto: Divulgação

Dentro da segunda etapa do Plano de Intensificação Contra o Sarampo em Manaus, lançado pela Prefeitura de Manaus, equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) intensificam vacinação em áreas de grande concentração do público-alvo, como o Distrito Industrial, na zona Sul. Nesta quinta-feira, (19), 900 colaboradores de uma indústria do polo receberam a aplicação de doses da vacina tríplice viral, que também protege contra rubéola e caxumba.

Esta é a quarta indústria a receber equipes de vacinação. A ação faz parte do plano da prefeitura, que visa cobrir 95% da população da cidade entre 6 meses a 49 anos contra o sarampo.

A gerente de Operações da empresa, Valéria Valente, informou que a fábrica possui mais de 2,2 mil colaboradores, entre efetivos e terceirizados, dos quais 900 trabalham no período comercial. “A equipe vindo a nossa fábrica vai garantir a imunização desses funcionários, tendo em vista que, em razão do horário de trabalho, não tem como se dirigir ao posto de saúde. E, como identificamos alguns casos em colaboradores, temíamos pela saúde dos outros. Queremos contribuir para o bloqueio deste vírus”, ressaltou.

A industriária Rosana Mesquita, 39, foi garantir sua imunização, tomando a dose da vacina na fábrica. “Sei que a imunização é fundamental para garantir nossa saúde. E a preocupação que a empresa teve em trazer a equipe aqui foi fundamental, pois, como trabalho em tempo integral, não teria como ir ao posto de saúde. Por isso, vim logo garantir a minha”, comentou.

Parceria
A secretária municipal de Parcerias e Projetos Estratégicos (Semppe), Maria Josepha Chaves, afirmou que toda parceria é positiva para que a população de modo geral tenha atendimento vacinal. “Várias empresas vêm apoiando o trabalho do município e têm nos solicitado intermediação para atendimento de vacina, devido aos casos da doença identificados em seus colaboradores. O prefeito Arthur Virgílio Neto determinou que o município atendesse a todas as solicitações para que Manaus consiga interromper a circulação do vírus causador do sarampo definitivamente”, destacou.

A enfermeira Eldiane Figueira da Unidade Básica de Saúde (UBS) Almir Pedreira, que estava aplicando as vacinas na fábrica, informou que a UBS já está atendendo a quarta empresa do Distrito Industrial com casos de sarampo entre colaboradores. “Estamos atendendo os casos de empresas onde há incidência não apenas do sarampo, como caxumba e rubéola. Queremos fazer o bloqueio do sarampo em toda essa área da cidade”, reforçou.

A subsecretária de Gestão da Saúde da Semsa, Adriana Elias, informou que o plano, elaborado por meio de colaboração técnica e financeira entre a Semsa, Ministério da Saúde (MS), Organização Pan-americana de Saúde (OPAS), Secretaria de Estado da Saúde (Susam), também inclui a varredura vacinal, com vacinação de casa em casa, em três bairros com maior incidência de sarampo, considerando critérios de quantitativo populacional, número de notificações e/ou confirmações de casos.

“Nesta segunda etapa do Plano de Intensificação Vacinal contra o Sarampo, que tem como público-alvo pessoas na faixa etária dos seis meses aos 49 anos, está prevista também a aplicação da vacina em instituições e empresas, seguindo a orientação epidemiológica por bairros prioritários”, comentou a subsecretária.

A vacina tríplice viral está disponível em 183 salas de vacina para pessoas na faixa etária de seis meses a 49 anos. No total, Manaus tem 2.660 notificações da doença, com 444 casos confirmados, 119 descartados após investigação e 2.097 aguardando resultados laboratoriais.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso