Polícia investiga suposto “ritual espiritual-místico” que matou 11 pessoas da mesma família

Os 11 integrantes de uma família foram encontrados com os olhos vendados e com os corpos pendurados.
09/07/2018 17h03 - Atualizado em 9/07/2018 17h03
Foto: reprodução

A polícia revelou na última semana que a morte de 11 integrantes de uma família encontrados com os olhos vendados e com os corpos pendurados em uma viga em uma casa no norte de Nova Déli ocorreu em decorrência de um suposto “ritual espiritual-místico”.

Os corpos foram achados no domingo em uma residência na área de Burari, dez deles pendurados, enquanto o corpo de uma idosa foi localizado no chão em um quarto ao lado, explicou à Agência Efe o delegado de polícia do distrito norte da capital indiana, Vinit Kumar.

A fonte afirmou que no início o fato foi tratado como um caso de “assassinato”, mas a investigação teve uma reviravolta quando foram achadas “notas escritas a mão” na casa com descrições que coincidem “com o modo no qual os corpos foram achados”.

“A maioria das notas indica que algo estava acontecendo, algo de uma natureza espiritual-mística”, afirmou o agente, que acrescentou que está sendo investigado quem pode ter redigido as notas nas quais estava descrito como deveriam vendar os olhos ou atar as mãos.

O agente esclareceu que a hipótese de roubo foi descartada porque a casa não foi saqueada e todos os artigos de valor estavam intactos, incluídos os telefones celulares e as joias.

A família tinha um negócio de móveis e uma loja de alimentação na zona, e os moradores não tinham detectado nada incomum no comportamento das vítimas, que viviam no imóvel há duas décadas, concluiu Kumar.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso