Procon Manaus realiza operação “Agência Bancária” para averiguar cumprimento da Lei das Filas

Lei das Filas estabelece um tempo máximo de 15 minutos de espera do consumidor em dias normais.
03/07/2018 18h33 - Atualizado em 3/07/2018 18h33

A Prefeitura de Manaus, por meio da Ouvidoria e Proteção ao Consumidor (Procon Manaus), realizou nesta terça-feira, (3), uma ação de fiscalização para averiguar o cumprimento da Lei das Filas, nas agências bancárias das zonas Sul e Centro-Sul da cidade. A ação obedece a um cronograma criado a partir das denúncias registradas pela Central de Reclamações do órgão.

Durante a ação, cinco agências localizadas nas avenidas Senador Álvaro Maia, Djalma Batista e Desembargador João Machado foram fiscalizadas por não cumprirem o tempo de atendimento estabelecido pela Lei Municipal 167/2005, conhecida como “Lei das Filas”. Dessas, três receberam auto de infração.

“Essa é uma denúncia recorrente, acredito que todos os cidadãos já passaram por situações como essa de constrangimento e irregularidade, então muitas pessoas entram em contato com o Procon Manaus, e fazemos essa fiscalização para que as leis sejam cumpridas”, esclareceu o coordenador do Procon Manaus, Rodrigo Guedes.

Para os usuários dos bancos, este é um problema antigo e um descaso com a população, que muitas vezes perde um dia inteiro para garantir o seu atendimento. “Minha vontade era que o Procon Manaus estivesse todos os dias fazendo essa fiscalização aqui neste banco, por que ele realmente trata o cliente muito mal, chegamos a ficar de uma hora a uma hora e meia de espera e quando chamam você ainda fica em outra fila para ser atendido. Isso não é certo, quando o Procon Manaus aparece eles resolvem acelerar os atendimentos, mas quando não aparece é dessa forma”, relatou a pedagoga, Liz Andrade.

Lei das Filas
A Lei das Filas estabelece um tempo máximo de 15 minutos de espera do consumidor em dias normais; 20 minutos em véspera ou após feriados e de 25 minutos em dias de pagamento dos servidores públicos. Em caso de descumprimento, a multa varia de R$ 25 mil a R$ 150 mil.

Denúncias
Os consumidores que se sentirem prejudicados em relação ao tempo de espera em filas devem entrar em contato com a Central de Reclamação do Procon Manaus pelo 0800 092 0111. As denúncias serão inseridas na estatística da Ouvidoria Municipal. Em seguida, uma equipe de fiscais será deslocada, para averiguar a reclamação e constatada a irregularidade é lavrado o auto de infração.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Contato Termos de uso