YouTube vira alvo de investigação do Ministério Público

Plataforma de vídeos do Google teria termos de privacidade inadequados para crianças.
21/07/2018 16h08 - Atualizado em 21/07/2018 16h08
Foto: reprodução

O YouTube, plataforma online de vídeos do Google, virou alvo de investigação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. Conduzido pela Comissão de Proteção dos Dados Pessoais, o inquérito civil público consiste em analisar como a empresa trata os dados de crianças brasileiras que usam o site ou aplicativo móvel do YouTube.

Entre as motivações para a investigação estão o fato de que o Google exige, em seus termos de privacidade, que os usuários do serviço online sejam maiores de idade e a série de dados que são coletados quando alguém acessa esses serviços. Em termos simples, seria necessário que um adulto responsável autorizasse a coleta de informações, caso contrário, elas estariam sendo coletadas sem o devido aval.

A empresa também foi alvo de investigação semelhante nos Estados Unidos, na Federal Trade Commission, que regula o mercado americano.

A argumentação do caso no Brasil se apoia no Código de Defesa do Consumidor, que proíbe que companhias se aproveitem a ignorância ou fraquezas de consumidores decorrentes da idade.

O Google Brasil não quis comentar o caso, até o momento da conclusão da reportagem. Se houver declaração, o texto será atualizado. Atualização: O posicionamento oficial da empresa foi o seguinte: “Não comentamos casos específicos” .

Fonte: Exame


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso