TCE-AM dá início ao Encontro Nacional de Gestão de Pessoas dos Tribunais de Contas

O evento, visa alinhar os conhecimentos dos TCs do país sobre a gestão de pessoas no serviço público.
16/08/2018 18h49 - Atualizado em 16/08/2018 18h49
Foto: Divulgação

Com a presença de quase 200 representantes de todos os Tribunais de Contas do país, o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) deu início, na manhã desta quinta-feira (16), ao 8° Encontro Técnico de Gestão de Pessoas dos Tribunais de Contas do Brasil. O evento, que está sendo transmitido ao vivo para todos os municípios do Estado, por meio do Centro de Mídias da Secretaria de Estado Educação (Seduc), visa alinhar os conhecimentos dos TCs do país sobre a gestão de pessoas no serviço público, compartilhando experiências e ampliando a rede de contatos em busca de soluções conjuntas.

Ao falar na abertura do evento, a conselheira-presidente do TCE, Yara Lins dos Santos, ressaltou a relevância do intercâmbio de ideias em busca de boas práticas no setor de gestão de pessoal. “Alegro-me de ver aqui pessoas que sabem que é possível alcançar mudanças por meio da união e do alinhamento de ideias. Apesar de termos avanços tecnológicos na gestão pública, só poderemos alcançar a excelência por meio do conjunto entre as pessoas”, pontuou a conselheira, ao cumprimentar os presentes, entre eles os presidentes do Instituto Rui Barbosa (IRB) e da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas (Atricon), conselheiros Ivan Lelis Bonilha e Fábio Túlio Nogueira.

Em seu discurso, o vice-presidente do TCE, conselheiro Mario de Mello destacou a necessidade de que as instituições, públicas e também as privadas, valorizem as pessoas. “As pessoas são o principal ativo das organizações, portanto precisam ser valorizadas. Não há possibilidade de falar de projetos e resultados deixando de fora o aspecto humano das instituições, sobretudo os órgãos públicos”, ressaltou o conselheiro.

Também durante a abertura, o conselheiro-presidente da Atricon, Fábio Túlio Nogueira, reafirmou o papel da Corte de Contas amazonense em realizar encontros que visam as instituições de boas práticas. “Queremos parabenizar a todos os presentes e vamos utilizar encontros como este como exemplo para novos encontros técnicos. Tenho certeza que, ao final dos trabalhos, teremos a certeza de que o conteúdo do encontro valeu a pena”, afirmou.

Ao agradecer o convite feito pelo TCE-AM para que participasse do evento, o presidente do IRB, Ivan Lelis Bonilha, parabenizou a presença do grande número de participantes no evento. “Temos orgulho de que temos neste encontro representante de todos os Tribunais de Contas do país, o que mostra o empenho das Cortes de Contas em avançar, especialmente sobre o tema de gestão de pessoas”, comentou o presidente do IRB, que é o órgão de inteligência dos Tribunais de Contas.

Também compuseram a mesa de abertura do evento o ouvidor-geral do TCE-AM, conselheiro Érico Desterro e o conselheiro Júlio Pinheiro, o conselheiro do Tribunal de Contas de Minas Gerais (TCE-MG), Sebastião Helvécio, o conselheiro-substituto do Tribunal de Contas do Piauí (TCE-PI), Jaylson Lopes Campelo. A procuradora de contas Evelyn Freire de Carvalho representou o Ministério Público de Contas do Amazonas (MPC-AM).

O encontro iniciou o ciclo de palestras, debates e apresentações de cases com a palestra magna “Planejamento da Força de Trabalho”, ministrada pelo especialista em gestão de pessoas José Hipólito. Durante a tarde de hoje, o evento terá a apresentação do case “Programa de Desenvolvimento de Liderança, uma experiência do Tribunal de Contas do Rio Grande do Sul”, além de trocas de ideias, debates e a apresentação dos resultados do Marco Medição de Desempenho (MMD) da área de gestão de pessoas dos Tribunais de Contas do Brasil.

Coordenado pelo Departamento de Gestão de Pessoas (Degesp/TCE-AM), o evento reúne, hoje e amanhã (17), servidores dos TCs participam de apresentações de cases de sucesso na área de gestão de pessoas, além de debates, rodas de conversa, apresentações culturais e palestras. A chefe do Departamento de Gestão de Pessoas (Degesp), Merisa Mendes, explicou que ainda nesta edição haverá também a 1ª Exposição de Boas Práticas. “Cada Tribunal poderá apresentar uma boa prática de gestão de pessoas da sua Corte de Contas, assim aqueles tribunais que não puderem trazer um case, terão a oportunidade de participar da exposição”.

Segundo dia de evento
Na manhã e tarde desta sexta-feira (17), durante o 2º dia do encontro, além de apresentações culturais e mais trocas de ideias, o evento terá a apresentação do Case “Dimensionamento da Força de Trabalho, uma experiência do Tribunal de Contas da União” e do case “Implantação de Gestão Por Competências, uma experiência dos Tribunais de Contas de Minas Gerais e Distrito Federal”.

Entre as rodas de conversas e workshops estão temas como a perspectiva do futuro do dimensionamento da força de trablaho com a utilização do Data-Analytcs, debates sobre o processo seletivo para cargos em comissão, além da consolidação dos trabalhos, antes do encerramento, entre outros.

Ao final do evento, os participantes enviarão uma carta de intensões à Atricon, contendo indicativos e sugestões de mudanças que possam beneficiar a atividade de gestão de pessoas nos Tribunais de Contas do Brasil.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso