TJ-AM recebe carta de repúdio contra soltura de empresário flagrado em motel com adolescente

O Conselho Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente demostrou sua revolta pela impunidade do empresário.
10/08/2018 14h15 - Atualizado em 11/08/2018 15h07
Foto: divulgação/PC

Redação AM POST

O Conselho Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente – CEDCA/AM entregou nesta sexta-feira (10) carta de repúdio à soltura do empresário, Fabian Neves dos Santos, 37, e de Aline Cristina de Souza Andrade, 28, que foram flagrados com uma adolescente de 13 anos em um motel na zona Norte de Manaus, após uma investigação que apontou a existência de uma rede de exploração sexual. Trabalho feito pela polícia com o Conselho Tutelar e que foi desconsiderado pela Justiça.

Os dois acusados foram soltos em audiência de custódia realizada, nesta quarta-feira (8), no Fórum Ministro Henoch Reis, na Zona Centro- Sul de Manaus.

O juiz plantonista, Celso Souza de Paula, responsável pela soltura do empresário justificou dizendo que por Fabian Neves não ter antecedentes criminais, ter emprego fixo e residência em Manaus e do crime não ter sido executado mediante violência real, mas presumida por conta da idade da menina ele conseguiu responder em liberdade, o que não significa que o processo tenha sido encerrado.

O deputado estadual, Luiz Castro, que é presidente da Frente Parlamentar de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes (Frenpac) também emitiu nota sobre o caso e demostrou sua revolta pela impunidade do empresário. “Estamos indignados com a falta de cuidado em analisar essa situação”, disse.

O parlamentar também alertou dos perigos que a investigação sofre pelo fato dos acusados estarem soltos. “Nossa preocupação é com o fato de que soltos, eles podem interferir nas investigações. Quem pratica se crime coage, ameaça é isso pode prejudicar que adolescentes continuem ajudando na investigação. Somos a favor da Audiência de Custódia, mas precisamos de cuidado nas análises para que situações como essa não se repitam”, pontuou.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso