Jovem pede ajuda financeira para tratar doença grave no útero da esposa

O tratamento custa cerca de R$25 mil em Uberlândia – Minas Gerais ou São José dos Campos em São Paulo.
19/09/2018 18h05 - Atualizado em 20/09/2018 12h46
Foto: Reprodução/Facebook

Natan Gaia – Redação AM POST

O jovem advogado, Carlos Alencar, 26 anos busca recursos para tratar um tumor benigno (mioma) já em estado avançado no útero de sua esposa, Karen Lima, 28 anos que descobriu a doença a pouco tempo. Devido poucas condições financeiras o rapaz decidiu pedir ajuda em uma rede social para conseguir bancar o tratamento que custa cerca de R$25 mil em Uberlândia – Minas Gerais ou São José dos Campos em São Paulo incluindo despesas com viagem e alimentação.

De acordo com Carlos a enfermidade tem deixado sua esposa estéril e além disso a mulher tem passado a maior parte do tempo sangrando e precisa urgentemente de uma cirurgia. Sem plano de saúde o jovem lembra que Sistema Único de Saúde do Amazonas (SUS) só lhes oferece uma opção bem invasiva e que o tratamento em clínica particular de Manaus custa o dobro do que é cobrado nos outros estados.

Infelizmente em Manaus conhecemos apenas dois médicos que podem nos ajudar e nos dois casos os preços são muito elevados, cerca de R$50 mil. Acreditamos que seja uma decorrência da lei da oferta e procura. Há poucos médicos que fazem esse tratamento na capital e por isso o preço é muito maior” contou.

Como opções de tratamento Karen tem a embolização, em que microesferas são injetadas nas artérias que alimentam o mioma e ele, sem fonte de nutrição, diminui de tamanho, podendo até mesmo secar totalmente e ser expelido pelo corpo da mulher, ou passar pela a videolaparoscopia, em que câmeras são colocadas no útero, permitindo a visualização do mioma e uma intervenção cirúrgica mais precisa e muito menos invasiva. Segundo ele as duas alternativas estão fora de seus recursos financeiro.

Planejamento
Carlos fez apelo e afirma que de acordo com seu planejamento se conseguir 500 pessoais que possam doar 50 reais, ou 1000 pessoas que possam doar 25 reais, ou ainda 2500 pessoas que possam doar 10 reais, eles poderão pagar pela videolaparoscopia.

Além pedir ajuda o casal também pretende fazer rifas, feijoadas e outros eventos para complementar o custeio do tratamento. “O povo brasileiro é muito bom e solidário, acreditamos que muitas pessoas irão se sensibilizar com a história e nos dar um voto de confiança, porque o desejo da paternidade é natural no ser humano“, pontuou Carlos.

Formas de ajudar
O rapaz disponibilizou em sua rede social números de contas bancárias para receber doações além disso também deixou seu contato para mais informações sombre a campanha: [email protected] e Whtasapp (92) 991870819.

1 – Karen Stone Arnaud Lima
Banco Bradesco
Agência 3.734
Conta 0081050-9
CPF 005.228.172-89

2 – Carlos André Alencar Assumpção
Banco Itaú
Agência 1.557
Conta 60624-9
CPF 521.303.552-34

3 – Vanessa Stone Arnaud Lima
Caixa Econômica Federal
Agência 1.548
Op: 013
Conta-poupança: 045.243-7
CPF 015.542.512-90

Meus irmãos católicos e demais homens de boa-vontade:Meu nome é Carlos Alencar, do Pró-Vida de Manaus/AM, e venho por…

Posted by Carlos Alencar Maria on Monday, September 17, 2018


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso