Preço do gás industrial é reajustado em 5% a partir desta quinta-feira (20)

O aumento de preço será entre 4,8% e 5,2%, dependendo do polo de suprimento, nas unidades da Petrobras.
20/09/2018 14h31 - Atualizado em 20/09/2018 18h40
Foto: Reprodução/RPC TV/G1

Douglas Corrêa – Agência Brasil

A Petrobras reajusta em 5% o preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) industrial e comercial às distribuidoras a partir desta quinta (20). O Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) informou que as empresas associadas foram comunicadas pela Petrobras sobre o novo reajuste nas embalagens acima de 13 kg.

O aumento de preço será entre 4,8% e 5,2%, dependendo do polo de suprimento, nas unidades da Petrobras. Com o aumento, o preço praticado pela Petrobras está em cerca de 15% em relação ao praticado no mercado internacional, segundo o Sindigás. Atualmente, o preço do granel na Petrobras está 65,38% acima do valor do botijão P13, de até 13 kg.

Na avaliação do Sindigás, “esse ágio vem pressionando ainda mais os custos de negócios que têm o GLP entre seus principais insumos, impactando de forma fundamental, as empresas que operam com uso intensivo de GLP”.

De acordo com a Petrobras, a política de preços para o GLP de uso industrial e comercial vendido nas refinarias às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais destes produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias. Segundo a empresa, a paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos. Além disso, o preço médio considera uma margem que cobre os riscos, como volatilidade do câmbio e dos preços.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso