Funcionário da Semed morre após ser confundido e ter carro alvejado por diversos tiros no São Jorge

A vítima estava no carro da família a procura de um imóvel para alugar, quando outro veículo parou ao lado e fez vários disparos.
01/10/2018 15h00 - Atualizado em 1/10/2018 21h35
Foto: Reprodução/Facebook

Redação AM POST*

O servidor efetivo da secretária municipal de Educação (Semed), Antônio Henrich Câncio Araújo, de 27 anos, sofreu atentado nesse domingo (30), na rua São José, bairro São Jorge, Zona Oeste da capital ao ser confundido por bandidos e ter sido alvejado com dezenas de tiros junto com a família dentro de carro. Ele faleceu no início desta madrugada, 1° de outubro, após não resistir a ferimentos ocasionados por tiros.

Segundo informações da Polícia Militar, Antônio Henrich estava no carro da família, um HB20 branco, a procura de um imóvel para alugar, quando outro veículo parou ao lado e fez vários disparos. No automóvel da vítima, também estavam a mãe, duas irmãs e a noiva de Henrich. Todas as pessoas atingidas foram socorridas e levadas para o hospital, mas o servidor da Semed não resistiu aos ferimentos.

Ainda na manhã do domingo, Antônio Henrich participou como voluntário em um evento da Fazenda Esperança. Membro da comunidade católica Despertai, Henrich trabalhou na Festa de São Francisco, realizando a acolhida dos fiéis que participaram da celebração.

O Prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro e a secretária municipal de Educação (Semed), Kátia Schweickardt, lamentaram nesta segunda-feira (1º) profundamente a morte do funcionário.

“É algo que abala e entristece qualquer pessoa, saber que um jovem, prestes a se casar, foi brutalmente assassinado. É, ao mesmo tempo, revoltante saber que pessoas de bem, comprometidas e queridas por seus colegas de trabalho, por seus amigos e familiares são vítimas dessa violência covarde. Falo em meu nome e em nome do povo de Manaus, estamos fartos de viver sob o medo. Manaus espera por providências”, disse comovido o prefeito Arthur Neto.

A secretária Kátia Schweickardt ressaltou que a Semed perde um valoroso servidor, que prestava um excelente trabalho à rede desde 2012, vítima da violência que, infelizmente, assola a cidade de Manaus. A Semed presta todo apoio psicológico e acompanhamento à família, por meio da Divisão Distrital Zonal Oeste (DDZ Oeste).

*Com informações da Assessoria


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso