João Doria nega que esteja em vídeo de orgia que viralizou na internet

As imagens de um homem com cinco mulheres viralizaram nas redes sociais na tarde desta terça-feira (23).
23/10/2018 16h27 - Atualizado em 23/10/2018 16h27
Foto: Reprodução

A campanha de João Doria, candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB, desmentiu que seja ele o homem que aparece em vídeo participando de uma orgia ao lado de cinco mulheres. As imagens viralizaram nas redes sociais na tarde desta terça-feira (23).

A equipe do tucano responsabilizou Márcio França (PSB), adversário dele na disputa pelo Palácio dos Bandeirantes, pelo vazamento das imagens, segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo. A assessoria diz ainda que as imagens, gravadas pouco dias após o primeiro turno, são uma montagem.

Mais tarde, por volta das 17h, Doria divulgou um vídeo em sua conta oficial do Twitter ao lado da mulher, Bia Doria, na qual critica quem fez uma “produção grotesta” à qual chamou de “fake news”. A esposa permanece calada durante todo o vídeo e, ao final, dá um abraço no marido.

“Sou casado com a Bia há 26 anos, tenho três filhos que amo muito e respeito a minha família. Hoje eu vi um vídeo vergonhoso nas redes sociais, produzido por alguém que só quer o meu mal, o mal da minha família. Uma produção grotesca, fake news”, inicia.

Durante o restante do vídeo, o tucano também afirma que levará o caso à Justiça e credita as imagens à campanha pelo governo do estado: “Pedi a um perito criminal que verificasse essas imagens. Pedi também medidas judiciais e criminais contra os autores desse vídeo. Lamento muito que a campanha em São Paulo tenha chegado a esse nível de ferir a nossa família, de ferir um conceito que sempre preservei. Refuto isso com toda a minha energia e peco desculpas a você pelo nível da campanha em São Paulo. Não imaginei que com o fato de estarmos liderando a campanha o ‘vale tudo’ começasse principalmente nesse nível nos últimos dias de campanha”.

Ainda, Doria invoca o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), a quem tenta ligar sua candidatura no estado apesar do capitão da reserva não ter declarado voto ao PSDB no estado. “Quero que você compreenda a minha palavra, a presença da Bia, dos meus filhos, da nossa família. Nós lutamos por aquilo que é melhor para São Paulo e para o Brasil. Jair Bolsonaro também vem sofrendo ataques de todos os tipos, mas nós resistiremos e resistiremos por São Paulo, por defender São Paulo e por defender o Brasil. E ao defender São Paulo e o Brasil, defendemos a nossa família”, finaliza.

https://www.youtube.com/watch?v=X6Y27X4KN2c

Fonte: Yahoo


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso