Mulheres do Amazonas criam movimento ‘Elas com Hissa’

Embora seja organizado pelo Ação Mulher Trabalhista (AMT) do Partido Democrático Trabalhista (PDT), o movimento é apartidário e engloba toda e qualquer participante interessada em militar .
03/10/2018 09h42 - Atualizado em 3/10/2018 12h48
Foto: Divulgação

Representando mais da metade do eleitorado do Amazonas, mulheres que lideram entidades de classe e categorias profissionais criaram o movimento ‘Elas com Hissa’, que apoia a candidatura do deputado federal Hissa Abrahão (PDT) ao Senado, visando a luta pelos direitos iguais entre homens e mulheres na política e no mercado de trabalho. O grupo realizou uma reunião nesta semana e homologou suas principais diretrizes.

Embora seja organizado pelo Ação Mulher Trabalhista (AMT) do Partido Democrático Trabalhista (PDT), o movimento é apartidário e engloba toda e qualquer participante interessada em militar por uma candidatura viável que respeite os direitos da mulher.

“Em toda a minha vida pública como vereador, gestor público e deputado federal, tive como prioridade projetos voltados à mulher, mãe, dona de casa, estudante, trabalhadora, que muitas vezes é responsável única pelo sustento de um lar e pela criação dos filhos. Infelizmente, vivemos em um país onde políticos ainda fomentam uma cultura machista e isso precisa ser combatido no Senado”, afirmou o candidato.

A atividade do movimento ‘Elas com Hissa’ aborda temas voltados para a importância e para a inserção da mulher no mercado de trabalho para desenvolvimento social e econômico do país e a luta pela equiparidade das remunerações, nos casos em que as funcionárias desempenham os mesmos cargos de homens.

“Absurdamente, nos dias atuais existem empresas que pagam menos para uma mulher que desenvolve o mesmo trabalho de um homem, em um explícito ato de discriminação. E ainda há presidenciável que defende isso. No Senado, vamos elaborar leis mais severas contra esse tipo de preconceito”, declarou o deputado.

Combate à opressão

Presidente do Movimento Mulher Trabalhista, Madalena Silva disse que ações como ao do movimento em apoio a Hissa são importantes para combater o machismo e toda opressão que tenta coibir a mulher de ter seus direitos e espaços preservados na cidadania.

“A mulher brasileira tem lutado muito para conquistar o seu espaço, e lutado mais ainda para mantê-lo, porque não é fácil viver em uma sociedade cujo a disparidade de ocupações trabalhistas e sociais são tão evidentes. É por isso que unimos forças e estamos aqui, porque somos guerreiras e dignas de escrever nossa própria história sem nenhuma exclusão” discursou Madalena,

Ela mobiliza as mulheres do estado sobre a importância de eleger pessoas com verdades no falar e no agir e que defendam a igualdade de gêneros, em todas as esferas da sociedade.

“Temos o poder de mudanças em nossas mãos através do voto consciente. E juntas podemos unir forças para colocar no Congresso Nacional, pessoas que colaborem conosco nessa luta diária por respeito e proteção aos nossos direitos”, concluiu a presidente do AMT, fazendo referência a Hissa Abrahão.

Com informações da Assessoria 

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso