Prisão temporária de Murad Aziz é convertida em preventiva

A decisão foi tomada um dia depois da defesa do empresário apresentar pedido de habeas corpus.
16/10/2018 16h00 - Atualizado em 16/10/2018 16h00
Foto: Reprodução

Redação AM POST

A pedido do Ministério Público Federal (MPF) a juíza Ana Paula Serizawa, da 4ª Vara da Justiça Federal do Amazonas converteu a prisão temporária do empresário Murad Aziz, preso na Operação “Cash Back”, da Polícia Federal, que investiga desvio de recursos públicos destinados à saúde no Amazonas.

A decisão foi tomada nessa segunda-feira (15) um dia depois da defesa do empresário apresentar pedido de habeas corpus junto a justiça do Amazonas. O irmão do senador Omar Aziz (PSD) está detido no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM II).

“Risco à ordem pública e à aplicação da lei penal caso o custodiado seja posto em liberdade, devido à gravidade concreta de sua suposta conduta ilícita e aos indícios de destruição e ocultação de provas apresentados pelo requerente”, alegou o MPF em pedido.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso