Sabino Castelo Branco é alvo da nova fase da Operação Maus Caminhos

Segundo a PF, Sabino participou de esquema que fraudava recursos da saúde no Estado e não foi preso por conta do seu estado de saúde.
11/10/2018 14h31 - Atualizado em 12/10/2018 11h23
Foto: reprodução/Facebook

Redação AM POST

O ex-deputado federal Sabino Castelo Branco (PTB), é um dos alvos da nova fase da Operação Maus Caminhos denominada ‘Cashback’, deflagrada nesta quinta-feira, 11, pela Polícia Federal, Ministério Público Federal, Receita Federal e CGU (Controladoria Geral da União) e investiga uma quadrilha suspeita de desviar mais de R$ 200 milhões de verba destinada à saúde no Amazonas.

Durante coletiva ocorrida na manhã de hoje, na sede da PF os órgão deflagradores da investigação disseram que o ex-parlamentar participou do esquema que fraudava recursos da saúde no Estado.

Sabino, que sofreu um AVC no ano passado e está se recuperando do problema de saúde não foi preso por conta disso. Segundo o delegado Alexandre Teixeira, da Polícia Federal, ele não representa perigo as investigações.

Ao todo foram expedidos 16 mandados de prisão temporária e 40 de busca e apreensão. Ao todo a Operação Cashback, que investiga a prática de crimes de peculato, lavagem de capitais e organização criminosa conta com o suporte de 150 policiais federais.

Os investigados possuíam contratos firmados com o Governo do Estado para a gestão de unidades de saúde, que era feita por meio do Instituto Novos Caminhos (INC), instituição qualificada como organização social.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso