Advogados do Amazonas vão as urnas para eleger diretoria da OAB-AM

O pleito conta com o apoio do TRE-AM e acontece no Sambódromo das 9h às 17h.
28/11/2018 09h08 - Atualizado em 28/11/2018 16h58

A escolha da diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM) para o triênio 2019-2021 será votada nesta quarta-feira, 28/11, por cerca de sete mil profissionais da área. O pleito conta com o apoio do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) e acontece no Sambódromo das 9h às 17h.

Além de Manaus, que tem disponibilizadas pelo TRE-AM 40 urnas eletrônicas, poderão votar também os advogados dos municípios de Tefé (distante 523 quilômetros da capital) e Parintins (distante 369 quilômetros), onde a OAB-AM possui subseção, mas a votação será feita exclusivamente, por meio de urnas de lona.

Para votar, os advogados deverão apresentar a carteira da OAB ou documento oficial com foto, podendo ser carteira de motorista, profissional ou o passaporte.

A participação dos profissionais no pleito é obrigatória e o advogado que não votar deverá pagar multa que corresponde a 20% do valor da anuidade, em torno de R$ 160,00.

A previsão da Comissão Eleitoral é de que a apuração seja encerrada até às 18h.

Justificativa
O advogado que por algum motivo não tiver condições de votar, poderá fazer a justificativa apresentando comprovantes médicos ou de viagem que possam justificar a ausência ou a impossibilidade de votar. A petição deverá ser apresentada diretamente na secretaria da OAB-AM até 40 dias após a eleição.

Chapas
Três chapas estão na disputa pela direção da OAB-AM. O atual presidente Marco Aurélio de Lima Choy disputa a reeleição com a advogada Grace Benayon pela chapa 10, Jean Cleuter e Omara Gusmão representam a chapa 20 e Marcelo Kizem e Felipe Thury representam a chapa 30.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso