Apartamentos, lotes de terra e até fliperama serão oferecidos no último leilão público do TRT de 2018

Leilão vai acontecer de modo presencial e eletrônico.
10/11/2018 15h55 - Atualizado em 11/11/2018 13h35
Foto: Reprodução

O Tribunal Regional do Trabalho da 11 Região (TRT11) vai realizar o último leilão público do ano no dia 30 de novembro. O leilão vai acontecer às 9h30, simultaneamente nas modalidades presencial e eletrônica.

Entre os bens que serão leiloados estão um apartamento, lotes de terras, material de construção, veículos, balanças digitais, fliperama, balcão inox, freezer, carros térmicos e camisas de times de futebol. O lance mínimo médio é de 50% do valor da avaliação. O edital está disponível no site do TRT.

A identificação e o cadastro dos interessados podem ser feitos de forma presencial até uma hora antes do horário marcado para a realização da hasta pública, através de documento oficial de identidade e comprovante de residência. É possível, ainda, realizar o cadastro antecipado pelo site www.amazonasleiloes.com.br.

Para finalizar a compra, o arrematante deve pagar sinal de 20% no momento da arrematação e o resto em até 24 horas, diretamente na agência bancária autorizada, através da guia emitida na ocasião.

Quem desistir da arrematação e não efetuar o depósito do saldo, sustar cheques ou emiti-los sem fundo será automaticamente excluído do cadastro de arrematantes pelo prazo de três anos, além de poder ser responsabilizado penalmente.

Além do valor da arrematação, é devida ao leiloeiro oficial a comissão de 5% sobre o valor da arrematação e 1% sobre o valor da arrematação se houver remoção, guarda e conservação do bem no depósito do leiloeiro, conforme consta no edital.

Quem quiser visitar os bens removidos pode ir até o depósito do Leiloeiro Oficial, localizado na avenida Efigênio Sales, 1.299, galpão G, no bairro Aleixo, na Zona Centro-Sul da capital. As visitas acontecem de segunda a sexta-feira, de 9h às 17h, mediante contato prévio com a Seção de Hastas Públicas, pelo telefone 3627-2064.

Fonte: G1 Amazonas


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso