Atriz de Malhação é indiciada por denúncia caluniosa de agressão contra o ex-namorado

Inocentado, Douglas Sampaio pedirá indenização de R$ 100 mil a atriz.
08/11/2018 18h55 - Atualizado em 8/11/2018 18h56
Foto: Reprodução

A atriz Jennifer Oliveira, de 19 anos – que interpreta a Flora, de “Malhação – Vidas brasileiras” – foi indiciada por denúncia caluniosa pela Polícia Civil. A corporação encerrou nesta terça-feira (6) um inquérito aberto após a atriz ter acusado o namorado e também ator Douglas Sampaio, de 25 anos, por agressão.

Segundo a atriz, ela teria sido vítima de tapas e socos durante uma crise de ciúmes, na madrugada de sábado (23), em uma boate no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio.

Após analisar as imagens de câmeras de segurança da boate onde teriam ocorrido as agressões, a delegada titular da 16ª DP (Barra da Tijuca) e responsável pela investigação, Adriana Belém, deu mais detalhes sobre o ocorrido, avaliando os relatos dos envolvidos e alertou para a importância do uso correto e legítimo da Lei Maria da Penha.

Ela teria brigado com uma moça por ciúmes. Os seguranças guiam o grupo para fora da boate e Douglas vai embora, alegando não querer brigar. Acredito que a desagradou ter ficado sozinha. Vemos Jennifer até cambaleando, testemunhas disseram que ela estava alterada por conta de bebida alcoólica, mas não se vê briga dela com o rapaz. Embora a Lei Maria da Penha tenha toda a relevância que merece, ela nao pode ser usada como vingança“, ponderou.

A delegada informou também estar convicta de que a jovem estava mentindo e que não só as imagens da boate, mas também testemunhas e laudo do IML, feito apenas com fotos dos hematomas – já que Jennifer não quis fazer exame – são provas de que não houve agressão.

“Achei muito esquisito ela ter se negado a fazer o exame de corpo de delito. Dias depois ela apresentou fotos de hematomas e o perito, pelas fotos, disse que poderia ser qualquer braço e que não corresponde ao de uma mulher da idade dela. Ouvimos dez testemunhas, entre funcionários da boate e colegas dos atores, e apenas uma delas, que é amiga de Jennifer, disse que houve agressão”.

O indiciamento por denúncia caluniosa foi encaminhado pela Polícia Civil ao Ministério Público e vai ser analisado por um promotor, que vai decidir se a jovem será ou não denunciada.

O advogado, Sylvio Guerra, representante de Douglas Sampaio afirmou que entrará com um processo contra Jennifer e a testemunha (Ingrid) por danos morais. “Não temos que temer a nada, meu cliente é inocente e ela culpada”. Sobre o valor da indenização, Guerra não confirmou, mas acredita que deve chegar a R$ 100 mil reais.

Fonte: G1 e iG Gente


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso