Foto de Leticia Colin com topless é excluída pelo Instagram e gera campanha entre famosas

Imagem de ensaio para revista foi deletado de perfil da publicação e levou celebridades a pedirem ‘mamilos livres’. Empresa diz que libera fotos de seios em situações específicas.
29/11/2018 16h21 - Atualizado em 29/11/2018 16h21

Foto: Reprodução


Uma foto da atriz Leticia Colin com os seios à mostra foi excluída pelo Instagram nesta quarta-feira (28), mobilizando famosas em uma campanha contra a censura ao corpo feminino.

A imagem, parte de um ensaio produzido pela revista “Marie Claire”, foi divulgada pela diretora de redação da publicação, Laura Ancona, e deletada em seguida. O mesmo aconteceu com um post na página oficial da revista.

Na rede, a jornalista mostrou uma mensagem automática enviada pela plataforma. Nela, o Instagram diz que a postagem foi excluída por descumprir regras relacionadas à “nudez e pornografia”.

Procurada, a empresa disse que permite a publicação de fotos de seios em situações específicas, como durante a amamentação, no parto e em momentos após o nascimento de crianças.

Registros de cicatrizes relacionadas a procedimentos de mastectomia e de outras circunstâncias relacionadas à saúde também são liberados, segundo a rede social.

#FreeTheNipple

A hashtag #FreeTheNipple (“mamilos livres”) se espalhou em posts de mulheres na plataforma, em referência ao caso. Celebridades aderiram à campanha.

Nanda Costa, que contracenou com Colin na novela “Segundo Sol”, republicou a foto do topless em sua página. “Meu corpo, minhas regras”, escreveu.

Tainá Müller postou um texto em que pede o fim da erotização dos seios femininos. “Em vez de deixarmos nossos seios livres, o que seria o mais saudável para a espécie, os censuramos simplesmente porque eles são vistos, em primeiro lugar, como obscenos”, disse. A mensagem foi republicada por Thaila Ayala.

Colin não comentou o caso. Segundo sua assessoria de imprensa, a imagem excluída pelo Instagram não foi publicada no perfil da atriz. Ela divulgou apenas a capa da revista.

Fonte: G1

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso