Grupo que invadiu Hospital 28 de Agosto, espanca e mata companheiro dentro de viatura

O jovem invadiu o hospital na noite deste domingo (25) e efetuou um disparo de arma de fogo contra um homem paciente.
26/11/2018 09h29 - Atualizado em 26/11/2018 17h27
Foto: Reprodução

Everton Lima Martins, de 23 anos, suspeito de atirar em um paciente dentro do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, morreu na manhã desta segunda-feira (26). Segundo a Polícia Militar, ele foi espancado por dois outros suspeitos, dentro de uma viatura, e teve morte cerebral.

O jovem invadiu o hospital na noite deste domingo (25) e efetuou um disparo de arma de fogo contra um homem que, horas antes, tinha sido internado após ser baleado. De acordo com a Polícia Militar, Everton integrava um grupo de uma facção criminosa rival que foi ao hospital para “terminar o serviço”. O alvo sobreviveu.

Everton, que em um vídeo das câmeras de segurança do hospital aparece efetuando um tiro à queima-roupa contra o “alvo”, chegou a ser atingido, também dentro do centro hospitalar, por um tiro de raspão na perna. Ele saiu do hospital caminhando, escoltado por policiais militares, e foi colocado dentro de uma viatura junto com outros dois presos.

O rapaz foi levado ao Hospital João Lúcio, onde recebeu os primeiros atendimentos, mas não resistiu. A causa da morte, ainda segundo a Polícia Militar, foi morte cerebral.

Os dois outros suspeitos de invadir o hospital e, agora, de homicídio, estão no 12º DIP e passarão por procedimentos cabíveis.

Fonte: G1 Amazonas


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso