Idéia de Amazonino para segurança deve se tornar programa nacional

Eduardo Bolsonaro informou, em suas redes sociais na internet, que conversou com Rudolph Giuliani, sobre a política de tolerância zero.
29/11/2018 08h52 - Atualizado em 29/11/2018 17h01

Foto: Divulgação


A história já começa a provar que o governador do Amazonas, Amazonino Mendes, será lembrado pelo seu espírito visionário e empreendedor. Menos de um mês após a eleição, o inovador programa de governo, contratado por ele ao escritório do ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani , para combater o crime, volta às manchetes. Desta vez, pela influência de Eduardo Bolsonaro, filho presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro.

Eduardo Bolsonaro informou, em suas redes sociais na internet, que conversou com Rudolph Giuliani, que também é advogado do presidente Donald Trump, sobre a política de tolerância zero, que transformou para melhor a cidade de Nova York, conhecida pelo alto índice de violência na década de 1990. Ao elogiar Giuliani, Eduardo corrobora com a visão de Amazonino: a política de segurança de Bolsonaro também deve buscar inspiração na experiência de Nova York, que foi criticado por questões eleitoreiras.

Em agosto deste ano, Amazonino disse que o trabalho em parceria com o escritório internacional Giuliani Security & Safety e o programa “GuardiAM 24 horas seria referência no Brasil.“O que nós queremos é que os nossos filhos, nós mesmos, daqui a cinco a seis anos, vivamos na cidade que ousou contratar a maior e melhor consultoria do mundo para combater a criminalidade. Esta é a verdade!”, afirmou.

Nesta quarta-feira (28/11), enquanto Eduardo Bolsonaro se reunia com Giuliani, em Nova York, os técnicos da Giuliane Security & Safety (GSS) visitavam municípios do Amazonas para complementar o diagnóstico sobre a situação das fronteiras, ouvindo autoridades de Segurança Pública brasileiras. Como primeira consequência da consultoria contratada por Amazonino, já está em pleno funcionamento o projeto GuardiAM 24 horas, baseado na consultoria internacional de segurança.

Em sua página nas redes sociais, Eduardo Bolsonaro elogiou o ex-prefeito no combate ao crime e disse que a experiência implantada por ele coincide com as metas do novo governo. “Sua experiência em ter salvo NY da criminalidade – cidade toda como caso perdido pelos americanos nos anos 1990 – vai ao encontro ao que pensamos para o Brasil: tolerância zero no combate ao crime”, escreveu o filho do presidente eleito.

Conhecido por ser linha dura e disciplinado, o coronel da Polícia Militar do Amazonas Walter Cruz foi nomeado por Amazonino para implantar o GuardiAM 24h. Segundo ele, o programa já começa a dar resultados por meio de estratégicas integradas que têm como principal objetivo combater à criminalidade no Amazonas. “O Amazonas começa a ser exemplo nacional. É algo que está acontecendo silenciosamente mas no caminho certo, no combate à criminalidade”, afirmou.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso