Intoxicação por cloro em academia de natação deixa pessoas hospitalizadas na UTI

Duas pessoas foram internadas na Unidade de Tratamento Intensivo em hospital. Academia divulgou comunicado sobre ‘pequeno incidente’.
30/11/2018 15h08 - Atualizado em 30/11/2018 15h08

Foto: Reprodução


Integrantes de uma academia de natação em Campinas (SP) sofreram intoxicação aguda por inalação de cloro. Duas pessoas foram socorridas e encaminhadas para o Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp nesta sexta-feira (30). A Prefeitura está levantando outros possíveis casos.

De acordo com o HC, dois adultos, um homem e uma mulher, foram internados em estado grave na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). As idades deles não foram informadas. Outros cinco leitos foram reservados nesta mesma unidade do hospital, mas ainda não foram ocupados, informou a instituição.

A academia onde houve a intoxicação é a HydroCenter, localizada no bairro Guanabara. O comunicado colocado na entrada informa que “houve um pequeno incidente na área da piscina” e que ela ficará fechada até a próxima segunda (3).

A reportagem apurou no local com uma funcionária que o incidente ocorreu na noite desta quinta (29), mas não entrou em detalhes sobre o que aconteceu. Disse, apenas, que havia um grupo de adultos no local, sem a presença de crianças. E informou que os procedimentos foram adotados “como sempre fazem”.

Segundo o representante da academia, Carlos Ribeiro, três alunos passaram mal: um ainda na academia e outros dois depois que foram pra casa. O estabelecimento apura o que ocorreu exatamente, mas a reportagem foi informada de que um balde com cloro havia sido preparado para uso na piscina após o término das aulas.

Ainda de acordo com Ribeiro, uma empresa será contratada para pesquisar a água e o ambiente, e o estabelecimento já entrou em contato com todos as pessoas que estavam na academia para saber se elas estão bem e para orientar que, caso tenham sintomas, busquem atendimento.

O cloro é trocado todos os dias e não houve mudança de marca, informou o funcionário. A academia está aberta, apenas a área da piscina não está funcionando.

De acordo com a página oficial da academia na internet, a unidade possui atividades para crianças e adultos, e também salas para aulas diversas de outras modalidades.

Prefeitura investiga

O G1 e a EPTV cobraram posicionamento da Prefeitura de Campinas sobre outros possíveis atendimentos na cidade. De acordo com o Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), informado sobre a ocorrência nesta manhã, a Vigilância Sanitária montou uma força-tarefa para investigação e busca de novos casos, que estão em andamento.

Fonte: G1

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso