Prorrogadas as inscrições do Processo Seletivo para Residência em Medicina de Família e Comunidade

As bolsas de estudos totalizam R$ 8.100.
20/11/2018 15h40 - Atualizado em 21/11/2018 13h02
Foto: Divulgação

A Prefeitura de Manaus prorrogou até o dia 25/11, o prazo para os interessados em concorrer às 12 vagas do Programa de Residência em Medicina de Família e Comunidade disponibilizadas por meio da Escola de Saúde Pública de Manaus (Esap), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A inscrição deverá ser feita por meio do endereço www.cermam.com.br. As bolsas de estudos totalizam R$ 8.100.

Poderão participar médicos e estudantes cursando o último semestre de medicina. O Processo Seletivo também é aberto a médicos brasileiros que tenham concluído a graduação no exterior ou o profissional estrangeiro que concluiu o curso no Brasil ou no exterior. Para isso devem consultar as resoluções 1831 e 1832 do Conselho Federal de Medicina (CFM) em vigor. A matrícula, no caso de aprovação, estará condicionada à apresentação de todos os documentos exigidos nestas resoluções.

O valor da taxa é R$ 600, mas o edital prevê isenção para os casos em que este valor comprometa a renda mensal, considerando, ainda, a existência de dependentes.

A Comissão de Residência Médica da Semsa (Coreme), no âmbito municipal, é coordenada pelo médico Mauro Magaldi. Segundo ele, a procura por essa especialidade vem crescendo em Manaus. E este ano, a modalidade terá um atrativo a mais. “A novidade deste edital será a oferta, além da bolsa de estudo no valor de R$ 3.300, de bolsa complementar no valor de R$ 4.800 por meio do Programa Mais Saúde Manaus, o Promais, totalizando R$ 8.100”, explica o coordenador.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, salienta que o programa de Residência Médica faz parte das ações da Escola de Saúde Pública. “Uma das prioridades da Esap, criada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, é a qualificação profissional. Por meio da Residência, estimulamos a ampliação dessa especialidade no quadro da Semsa, fortalecendo a Atenção Primária à Saúde em Manaus”, ressalta Magaldi.

Avaliação
O curso terá a duração de dois anos. O processo seletivo será realizado em três etapas. A primeira, uma prova escrita, objetiva, de múltipla escolha com 100 questões, correspondendo a 50% da nota final, com caráter eliminatório e classificatório na mesma data, programada para o dia 02/12, às 08h. A segunda etapa, a ser realizada no dia 16/12, das 8h às 20h, consiste em exame prático para avaliar conhecimentos, atitudes e habilidades, correspondendo a 40%, com caráter eliminatório e classificatório. A terceira, que vale 10% e tem caráter não eliminatório, será a análise do currículo do candidato, que obrigatoriamente deve cadastrar e/ou atualizá-lo na plataforma Lattes.

Nos dias 26 e 27/12, os candidatos que obtiverem no mínimo 50% de acertos na prova prática, devem encaminhar os documentos para análise curricular, cujo resultado será divulgado no dia 8/1 de 2019. As matrículas acontecem no dia 20/2 de 2019. O início da Residência está previsto para 1º de março de 2019.

A diretora da Esap, Kássia Veras, destaca a importância dessa experiência para os profissionais. “O residente terá a oportunidade de vivenciar o SUS (Sistema Único de Saúde) em Manaus, vivenciando a prática em equipes de Estratégia Saúde da Família. Isto contribuirá para o aprendizado significativo, ativo e transformador por todo o período do curso”, assegura Kássia.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso