Vice-governador eleito agradece votos de servidores públicos do município de Manaus durante evento da categoria

Presidente da Associação dos Servidores Públicos do Município de Manaus, Denis Barbosa, disse que a população será representada por pessoas que pensam na coletividade.
10/11/2018 16h29 - Atualizado em 10/11/2018 16h29
Foto: Divulgação

O vice-governador eleito do Amazonas, Carlos Alberto Almeida Filho, prestigiou um evento organizado pelos contratados sob o Regime de Direito Administrativo (RDA) do Poder Executivo Municipal, realizado na quadra da escola de samba Vila da Barra, neste sábado (10), na zona centro-oeste de Manaus.

Na ocasião, ele aproveitou para agradecer o apoio espontâneo do grupo durante todo o processo eleitoral e, principalmente, pelos votos obtidos.

“A nossa vitória é resultado da força popular e isso nos exige enorme responsabilidade. Precisamos dar respostas efetivas às demandas do povo e condições dignas de vida” destacou o vice-governador eleito.

De acordo com o presidente da Associação dos Servidores Públicos do Município de Manaus, Denis Barbosa, a população será representada por pessoas que pensam na coletividade.

“Isso significa a verdadeira mudança. Acreditamos que Wilson e Carlos Alberto são símbolos do respeito ao ser humano por sempre lutarem em favor das pessoas em situação de vulnerabilidade”, explicou Barbosa.

Conforme João Tuma, um dos RDA`s presentes ao evento, quem venceu essa eleição foi o povo que terá a frente do Governo do Amazonas pessoas comprometidas e capazes de defender os interesses dos cidadãos.

“Nós sempre fomos olhados com desprezo. Quando todos fecharam as portas para a nossa causa, o Carlos veio e abriu. Agora, ele trouxe o Wilson, uma pessoa com pensamento e atitudes novas. O Estado ,agora, vai ser governado para o povo”, disse Tuma.

Os RDA`s representam mais de 5 mil servidores temporários. Tais contratações, com base na Lei Municipal nº 336/1996, deveriam ter durado, no máximo, quatro anos porque são transitórias.

Em 2009, como defensor público, Carlos Alberto, encampou a reivindicação dos temporários, em sua maioria garis e tapa buracos.

Atualmente, há um acordo sendo discutido entre Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM), Defensoria Pública do Estado (DPE), Procuradoria Geral do Município (PGM) e Associação dos Servidores Públicos do Município de Manaus a fim de identificar a melhor solução para essa questão.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso