Após deixar Globo, Alexandre Garcia explica porque não será porta-voz do governo na gestão Bolsonaro

O jornalista era cotado para o cargo.
03/01/2019 18h06 - Atualizado em 3/01/2019 20h47
Foto: Reprodução

Redação AM POST

O jornalista Alexandre Garcia, de 78 anos, que deixou a TV Globo no fim de dezembro de 2018, usou sua conta no Twitter para explicar porque não será porta-voz do governo na gestão do presidente, Jair Bolsonaro (PSL). Ele era cotado para o cargo.

Alexandre Garcia postou em sua rede social diversas fotos com nomes importantes do Planalto durante a posse na terça-feira (1º).

Segundo nota emitida pelo jornalista o motivo de não aceitar o cargo foi excesso de trabalho. Garcia relembrou sua passagem pela equipe de comunicação do governo do presidente João Figueiredo, que governou entre 1979 e 1985. “Já se passaram 40 anos e eu não tenho a mesma vontade de acordar cedo e dormir tarde e passar a vida viajando em correria – e isso que eu era um sub-secretário”, contou.

Leia a nota na íntegra:


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso