Defesa de Braga diz que vai processar portal do Amazonas por ‘acusações infundadas’

Notícia publicada pelo veículo fala sobre investigações da Operação Lava-Jato e beneficiamento do político a empresa Rico Táxi Aéreo com dinheiro de propina.
07/01/2019 17h24 - Atualizado em 8/01/2019 12h51

Redação AM POST

O senador Eduardo Braga (MDB) se manifestou nesta segunda-feira (07) por meio de nota assinada por seu advogado, Fabiano Silveira, sobre matéria publicada ontem pelo portal BNC AMAZONAS que declarou envolvimento do emedebista com a empresa Rico Táxi Aéreo e beneficiamento da mesma com recurso ilegal em atualização das investigações da Operação Lava-Jato. O político foi acusado por delatores da empresa JBS, dos irmãos Batista, de receber propina de R$ 6 milhões na eleição de 2014 no Amazonas.

O advogado comentou a notícia publicado pelo portal. “Afirma, em seu título, que o Senador Eduardo Braga recebeu a referida quantia, sem citar, porém, a fonte da informação. Vale-se apenas da expressão ‘informações que circulam nos bastidores’, uma velha estratégia para iludir os leitores”, disse.

Em nota a defesa do político também destacou que o texto divulgado pelo veículo fere todos os princípios da ética jornalística além da imagem e honra do senador e por isso a empresa será chamada a responder na Justiça pelos danos dolosamente.

Veículo
O portal, classificou a nota como um ataque a empresa jornalística e que o senador se colocou na condição de vítima. O veículo também emitiu nota em defesa.

O BNC AMAZONAS reitera os compromissos com a verdade e o bom jornalismo, do qual não se afasta por princípio fundamental de sua existência. E sobre a publicação sustenta o que foi publicado“, afirmou.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Contato Termos de uso