PSL de Bolsonaro decide apoiar reeleição de Rodrigo Maia para presidência da Câmara

Em troca, Maia se comprometeu a entregar ao PSL o comando de duas comissões importantes, a CCJ e a de Finanças.
02/01/2019 15h42 - Atualizado em 2/01/2019 19h01
Foto: Reprodução

Um dia depois da posse do presidente Jair Bolsonaro, o PSL anunciou apoio à reeleição do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O partido do presidente largará com uma bancada de 52 parlamentares, a segunda maior da Casa, mas a tendência é que o número de cadeiras aumente com filiações ao londo ao ano.

A confirmação do apoio foi feita pelo deputado federal e presidente nacional do PSL, Luciano Bivar, que se reuniu nesta quarta-feira (2) com Rodrigo Maia.

Em troca, Maia se comprometeu a entregar ao PSL o comando de duas comissões importantes, a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) e a de Finanças, além da 2ª vice-presidência da Câmara — cujas atribuições, além de substituir o presidente na ausência dele e do primeiro-vice, é examinar pedidos de ressarcimento de despesa médica e cuidar da interação institucional entre a Câmara e os órgãos do Poder Legislativo dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios.

O acordo firmado nesta quarta foi comemorado por alguns dos principais deputados da legenda. “Agora a lógica é: menos siglas, mais Brasil! Temos que aprovar as reformas e ponto!”, escreveu Joice Hasselmann (SP).

Com informações do Estadão Conteúdo


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso